terça-feira, 17 de abril de 2012

De qual forma


Vivo, com um sorriso escondido
Fazendo da solidão um abrigo
Mentindo em meus versos de amor
Na tentativa inútil de amenizar a dor

Vivo, com uma esperança morta
Escondendo-me atrás da porta
Com medo de enfrentar a vida lá fora
Por saber que é lá; que ela mora

Vivo, me fingindo de forte
Caminhando sem ter um norte
Peso a uma grande paixão
Que consome aos poucos o meu coração...

3 comentários:

Fernando Thadeu disse...

Muito bom!!!!

Roberta Bortoluzzi disse...

Oi amiga adoro teu blog sempre tem coisas lindas por aqui,beijokas...
http://titacarre.com
http://agulhaetricot.com
http://lamaisoncarre.blogspot.com
http://titacarre.elo7.com.br visite minha loja tb e deixe sua opinião sobre meus produtos.

fernando sapalo katchingona disse...

olá grande poeta, vizitei o teu bloog e gostei porque é realmente um cantinho para ler. tambem sou poeta, aquele abraço literário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik