sexta-feira, 1 de maio de 2009

Pensador



Sou quase um analfabeto
sei as palavras
mas não a gramática
faço da poesia, meu refugio
da morfologia


Aqui estou livre de pontos,
Acentos, e travessão.
Souto para voar
sem necessidade de
professor, para me ensinar


A única matéria que preciso
e da  inspiração é ditada
por sentimentos, que emana
os versos, germinados no coração....


Saulo Prado


5 comentários:

Elaine disse...

Olá!
Que poema bonito!
Realmente, conhecer e saber usar as palavras também me parece mais interessante do que dominar a g´ramática...
Bom fim de semana, Saulo.

liláh disse...

nossa que poema lindo.
interessante o seu blog,vou seguir!
da uma passada la no meu,
beejo

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Meu poeta!Conheço exímios gramáticos que são incapazes de expressar sentimentos como você o faz.Gramática,sempre há tempo para se aprender,mas deixar a inspiração voar só pessoas com coração de poeta!!!

Beijo com carinho!

Sonia Regina.

Retalhos de Amor disse...

"germinados no coração"
Eis a essência do verso:
Sentimentos!!!

És sublime Poesia, Amigo Saulo!!!

Beijos mais, Amigo...
No coração!!!
Iza

Nicole Louise disse...

"faço da poesia, meu refugio da morfologia".

Belíssimo verde Saulo. Você é mais poeta do que todas as páginas da gramática (rs). :)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik