sábado, 8 de janeiro de 2011

Estopim aceso


Este  fogo  que  arde
Minha  alma   invade
Sem   pedir   licença
E desmorona minhas crenças

Este    fogo    infinito
Que cala o meu grito
E que não posso evitar
Suprime o desejo de apenas amar

Este    fogo    inocente
Que incendeia a gente
E   me   faz   transpirar
Não dando tempo de  sonhar

Este    fogo    sozinho
Me mostra o caminho
Do     meu    coração
E como um menino eu choro
Por ter me queimado na brasa da paixão...

Saulo Prado

5 comentários:

Vampira Dea disse...

Tá uma delicia a foto, o texto, parece música boa de namorar.
Feliz 2011 pra vc.

Valquíria Oliveira Calado disse...

amor amor amo lindo amor que encanta e desencanta em paixão. Feliz ano amigo e com amor sempre a ti fazer ferver em poesias lindas como essa.

Female disse...

Bom se queimar nestas labaredas,,,
Deixo beijos e tulipas!

Hope disse...

Saulo, my dear...
Depois da nossa parceria... não podia esquecer de vc, meu querido...
Deixei um presentinho pra vc lá no meu Blog... Passa pra pegar!
Bjinhux
Hope

Let's disse...

..mto lindo..parabéns...boa semana!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik