domingo, 3 de março de 2013

Indiretamente


Devaneios escritos por minhas mãos
Amor, raiva, desejo, e o fogo da paixão
Letras surgem na tela como se fossem sentimentos
E assim vou fotografando meus pequenos momentos

Domingo à tarde na frente do computador
Escrevendo minhas verdades com a mentira do amor
Depois de ontem, o amanhã será um talvez
Sexo sem paixão é a maior estupidez

Mentiras sinceras de um pseudopoeta
Espero que se perca nesta minha indireta
Não; poder ter certeza, eu não brinco com o seu coração
Só estou dizendo que eu e você; transamos com a ilusão...

4 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Saulo
Sexo e amor , para mim, são coisas distintas, mas sem dúvida, sexo com amor é melhor.
Abraço

Drika disse...

Gostei da imagem e do poema. :)

Drika disse...

Gostei tanto que postei no meu face, com os devidos créditos e link para o seu blog. ;)

Alécio Souza disse...

Nossas vidas são feitas de devaneios, de erros e acertos, de amor e ódio! Belo poema!
Abs amigo

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik