quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Masoquismo


Tantas palavras para nada dizer
É como se meus olhos mentissem para você
Tudo aquilo que seu corpo sentiu
Faz parte desta saudade, que me feriu

O tempo se perdeu naquele ultimo beijo
As horas agora; passam no compasso de um desejo
Mentiras que um dia foi verdade
Determinaram para mim, o que é felicidade

Tudo que fiz, pensei que era por amor
Mas agora eu vejo; que era fascinado pela dor
Por que só mesmo quem gosta de sofrer
Pode ser capaz, de nesta sua mórbida alma; se perder...

Saulo Prado



2 comentários:

PERSEVERÂNÇA disse...

Passando para deixar um super abraço, Nicinha

ISA disse...

Todos os homens estão em construção uma vez que estamos feitos, mas não acabados. Mas poucos são os homens que navegando a vida não têm medo das tempestades. Parabéns por isso. E que o futuro lhe sorria e faça, de alguma maneira, sorrir os outros! Beijo da escritora portuguesa: Isa

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik