sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Final feliz


Já não tenho mais repertorio
Para escrever sobre solidão
E toda esta minha angustia
Que inunda o meu coração

Toda esta sórdida tristeza
Já   se   apossou  de  mim
Por  isso  os  meus versos
Chegaram a este fatídico fim

Sem o “felizes para sempre”
Eu planto aqui minha semente
Neste meu canteiro  de  poesia
Onde eu semeio a minha fantasia...


Saulo Prado

Um comentário:

Sandra Botelho disse...

O amor é chuva breve ,suave
que pousa qual ave...
Nos enche de felicidade,
Depois voa, deixando a saudade!

Bjos achocolatados

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik