sexta-feira, 1 de junho de 2012

Presença vazia


Presença vazia

Você não sabe quanto dói
Esta distancia tua, estando perto de mim
Ao mesmo tempo me corroí
Esta falta de coragem, de nesta dor por um fim

Eu vivo sozinho ao seu lado
Suplicando migalhas deste seu sabor
Quando penso em ir, me acovardo
Sufocado por este imenso amor

Vivo preso aos seus caprichos
Anulando-me, e esquecendo-se de mim
Sou vítima destes meus conflitos
Que é amar, o que tenho que colocar um fim...

Por/Saulo Prado

Um comentário:

Sandra Botelho disse...

Sei bem como é isso poeta. Bjos

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik