domingo, 27 de novembro de 2011

Triste refrão


Dentro deste silêncio
Existe a fúria de um sentimento
Amor quando dói grita no peito
E a solidão consome o sujeito

Sou só eu sem você
E não adianta eu querer
Por mais que lute contra esta dor
Ela é a ferida de um grande amor

Eu tento  fazer da saudade poesia
Mas a solidão não se cura com a fantasia
E é por isso que sempre escrevo o mesmo refrão
Onde a felicidade não rima com o meu coração...

Saulo Prado

2 comentários:

Loivarice disse...

Boa tarde Saulo:

Esse amor que te consome
E tanto te faz sofrer
É como um botão de rosa
hoje está fechado
para amanhã florescer.


Que sua semana seja iluminada.
Loiva

Aline Valéria Ono disse...

Simplesmente Lindo!!!!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik