domingo, 6 de novembro de 2011

Decisão estrema

Calado; digo-te tudo com o meu olhar
Triste; o meu sorriso não mostra que quer chorar
Sozinho; sua presença não me faz companhia
Verdade; da mentira é a sua grande fantasia

Noite; para mim não tem diferença do dia
Insônia; a uso para escrever minha  poesia
Saudade; eu sinto antes de você parti
Certeza; não quero que fique por pena de mim

Solidão; não sei se vai ser diferente de agora
Você; é todo o motivo porque minha alma chora
Amor; sentimento que ainda sinto por ti
Ilusão; não quero vive-la, por isso opto pelo fim...
Saulo Prado

2 comentários:

selene disse...

Um poema que mostra a dor do poeta... mesmo que ele não a sinta ou sinta...

Luís Freitas disse...

Grande poema, repito, grande poema!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik