segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Juras que hoje dói


Tanto silêncio em nosso barulho
Que até o claro parece estar escuro
Vivemos   uma   fantasia   a   dois
E deixamos a felicidade para depois

Não sei quando acabou o nosso amor
Só sei que esta rotina é um vale de dor
Nós nos escondemos em um juramento
Agoniados   por   tanto   sofrimento

Nem   brigar;   nos   não   brigamos
Deixamos a indiferença seguir  o seu plano
E  assim  vivemos  a  mentira  da  sociedade
De que um casal tem que ser, para a eternidade...
Saulo Prado

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik