quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Incógnita


Para te mostrar quem sou
Escrevo   sobre   o   amor
Sou a dádiva da maldade
A insanidade da felicidade

Gosto de você por que me faz mal
E   meu  masoquismo  é  racional
Sou a duvida que existe na certeza
A  fragilidade  da  fortaleza

Mas sinto meus confusos sentimentos
E os escrevo a todos os momentos
Sou  vento  que  não  tem  direção
A voz que grita em uma nova ilusão...

Saulo Prado

5 comentários:

Sandra Botelho disse...

UM CICLONE APRISIONADO É O QUE ÉS...
BJOS ACHOCOLATADOS

Talita disse...

Amei sua declaração de amor..

beijoss

Reflexo d Alma disse...

Vim deixar minhas pagadas por aqu....
adorei todo poema, alias gosto de sua escrita de forma inteira, sempre venho, mas de leve não deixava marcas,
perguntou é pq se importa, então volto a deixa-las.
Adorei esses em especial:
"Sou vento que não tem direção
A voz que grita em uma nova ilusão..."

Bjins netre sonhos e delírios

snagay disse...

hi ! friend could we exchange together ?,hope it will be good if we can do.here is my blog
http://cambodiantoday.blogspot.com/

vanessa_pereira disse...

Amei este. Está...não alteraria uma única palavra...está fantástico. :)

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik