domingo, 26 de dezembro de 2010

Desiludido


Foi tudo, uma grande mentira
Daquelas, que além de enganar fascina
E eu, que até então não havia me apaixonado
Cai totalmente em seus braços, despreparado

O amor tomou conta de mim
Mas de repente, você cansou e foi o fim
Só que o que acabou; não foi só a nossa relação
Junto dela, chegou o fim também, do meu coração

E hoje eu vivo pelas ruas
Bebendo, e me perdendo em mulheres nuas
E como se fosse um ser desalmado
Depois da conquista eu as deixo no passado...

Saulo Prado

6 comentários:

Glória Müller disse...

Ora,amigo, vc está tão desiludido assim? Acho que ela tem que fazer alguma coisa, e espero que vc melhore.
Abraços
Glória

Cris Teles disse...

Isso aí, deixe no passado e entre em 2011 com novos amores e novas conquistas. Muita paz, saúde e AMOR para vc!
Beijos

Sandra Botelho disse...

A vida nos dá a chance de recomeçar todos os dias...Recomece querido poeta amigo.
Bjos achocolatados

Maria Amelia disse...

que triste este poema ,gostaria ver sempre poemas alegres poeta, assim fico muito triste,vamos lá escreva um lindo poema bem alegre e que tenha um final feliz,te desejo uma boa semana bjos.

Belle disse...

A cada tombo.. uma esperança nasce.. acredite sempre no recomeço!!!
bjossss Saulo

Thalita Thais S.A. disse...

E o pior... quem nunca se sentiu assim nao é mesmo... beijo!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik