segunda-feira, 13 de abril de 2009

Confissões de um ex-adolecente


A muito me entreguei ao

Desejo de me dominar

Zombei da sorte,

Deixando a vida

Escolher o seu norte


Fiz dos sonhos acasos

E dos casos?

Sórdidos sonhos


Dancei com a irresponsabilidade

Um tango japonês

E destruí o que não havia construído

Por achar que para mim nada era proibido


Mais cai!

Do meu pequeno pedestal

E descobri, que o mundo

Não era o meu umbigo


E sim, apenas um abrigo

Aonde eu fingia ser;

meu maior inimigo...



Saulo Prado

9 comentários:

Francisco Cabral disse...

Mandando ver, hein, Saulo?

Quanto ao seu comentário em meu blog, agradeço as palavras e informo que não tenho participação direta no site do jornal "Diálogo". Ele é feito por um grande amigo e colega de "Folha do Sudoeste". Na verdade abasteço-o mais com notícias da Câmara Municipal, onde atuo na Assessoria de Imprensa.
Um abraço!

Mari Amorim disse...

Adorei!
venha,visitar o meu ficarei feliz
beijos
Mari

Gabi'h disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gabi'h disse...

oiee..! lindo o post..
é todo adolescente vê a liberdade deste mundo..
mas uma hora ele tira a venda dos olhos e conhece o que aqui existe..

boa semana pra você..
bjoOo =D

Lygia disse...

Oi Saulo!

Lindo! Perfeito! Há muito já passei por isso. Acho que a maior pegadinha da vida é exatamente essa... quando a gente percebe que o resto do mundo existe e não está nenhum pouco preocupado com a gente!!!! rsr

Parabéns!

Dani Vieira disse...

Brigada pela visita..
Apareci para retribuir.

E oh, adoro poesias.. que bom que vc posta com frequência [diferente de mim], assim dá pra acompanhar e apreciar melhor cada verso.

Serei presença constante..

Bju

Dani Vieira disse...

Sobre a adolescência..
Ah, nem faz mt tempo que saí dela.

Engraçado como todos nós caímos de algum pedestal.. não importa onde ele esteja construído.
O bom é que a consciência nos permite crescer com as quedas.

=]

Cris Animal disse...

Não acho que haja outra trajetória para o adolescente do que seu próprio umbigo...é natural. A descoberta de si mesmo.

A outro, mas são aqueles jovens que vivem na linha de guerra e traumas e lutas e misérias.

beijo grande
.................Cris Animal

Nicole Louise disse...

Mais cai!

Do meu pequeno pedestal

E descobri, que o mundo

Não era o meu umbigo


Esses versos são uma Ode aos adolescentes Saulo. Parabéns e obrigada pela visita e gentileza de me escrever na minha casinha virtual.

Fique sempre bem.

p.s: a Maria Antônia é uma graça.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik