segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Rabiscos

Não há sentido nestas palavras que escrevo
São linhas ditadas a esmo
Amor, dor, ilusão e desilusão
Venenos dosados em meu coração

Não há sentido nestas lagrimas
Os meus olhos molham as velhas paginas
Do livro que juntos tentamos escrever
Mas que nas linhas tortas, conseguimos nos perder

Não há sentido em tanta saudade
Não sei se é orgulho ou vaidade
Mas eu não aceito este seu amor que acabou
Minha vida sem você; é um livro que não terminou... 
 
 
Por/Saulo Prado

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik