terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Repúdio



Poemas e poesias quais as diferenças?
Se tudo que se escreve é o que se pensa
Dizem que o poeta é um fingido
Finge que ama para não sofrer por falta de amor

Eu sou um pseudopoeta que só escreve a verdade
Mesmo estando ela com a mascara da saudade
As minhas mentiras são muito sinceras
Elas são os verões que esquentam as primaveras

Gosto de rimas que se fingem de inteligentes
Pois, são elas que alimentam o ego da gente
Ah! Se eu soubesse tudo que eles sabem
Certamente não sentiria o gosto amargo da Falsidade...

Saulo Prado

4 comentários:

Tânia Neves disse...

A URL do meu blog mudou viu?
Agora é: http://bytanianeves.blogspot.com

Tatazinha (Blog Mais de Mim)

Annie disse...

Olá Saulo..
conhecendo teu espaço através de amigos ..
espero voltar para sorver todo seu
poema/poesia..


beijooos

Wanderley Elian Lima disse...

Oi Saulo
O poeta transmite o que lhe vai na alma, nem sempre de forma verdadeira, mas sempre de maneira sensível.
Abração

De Scarpin disse...

Gosteeei!

grande beejo'

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik