quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Indescritível


Queria escrever algo sobre você
Qualquer coisa que consiga te descrever
Minha  louca  incógnita  preferida
O começo o fim e o medo da partida

Todo  o  seu  sabor  eu   destilei
E  em  seu  fogo  eu   me  queimei
Você  é  o  vicio  que  me  fascina
Mulher  com  gosto  de  menina

Em seus olhos encontro um labirinto
E para ele revelo tudo que sinto
Sem   você  eu  sou  só metade da  metade
E com você  a essência pura de felicidade...

Saulo Prado



5 comentários:

Faa Cintra disse...

A cada dia estou mais encantada com o que vejo aqui. Parabéns!

Zil Mar disse...

Que poema lindo!!!!!

bjo!


Zil

Escrever Pra M'Entender ... disse...

Maravilha, meu caro!

Sempre bom lê-lo!

abraço!

=)

Os intrigantes pensamentos da Lud disse...

Impressionante como, quando se ama, tudo se torna uma incógnita: a mais perfeita de todas, a mais bela e essencial. Belíssimo post!
Abraços!

Maria Amelia disse...

Meu querido poeta, lindo este poema amei bjo.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik