quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Ironia

Uso   todo   este   silêncio
Para escrever meus sentimentos
Sentimentos de um homem
Que   a   solidão   consome

Estou colhendo o fruto de uma decepção
O que eu acreditava ser amor era ilusão
Beijei   na    boca   da   tristeza
Amar foi a minha grande fraqueza

Ela sugou tudo que havia em mim
E depois sem dó, decretou o meu fim
Hoje  eu  sou  escravo  desta  saudade
... estou acorrentado em uma antiga felicidade...

Saulo Prado

3 comentários:

Annie disse...

Liberte-se, há tanto por vir ...


beijooos

Marcia Morais disse...

teus versos
pensamentos diversos ,
voam e me levam a viajar em um infinito céu
de poetas!
bjs!

♥JÔ♥ disse...

Como é dificil libertar-se de tais correntes... =(
Cuide-se
abraços

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik