segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Capciosa


Assim ela age no amor
Escondendo da ferida a dor
Ela enche sua boca de mel
Para depois você ter que digerir o fel

Ela mente quando fala a verdade
E é inconseqüente em sua busca por felicidade
Quando pisa acredita que acariciou
Assim é sua demência nem um pouco de pudor

Em seu olhar se encontra um labirinto
E é ai que você se apaixona pelos seus conflitos
E quando você acredita que encontrou alguma razão
Na verdade você fez foi virar escravo do seu louco coração...

Saulo Prado

4 comentários:

Hαllαnα Soαres disse...

que lindo, adorei.

Sandra Botelho disse...

Pena algumas pessoas agirem assim no amor...
Um sentimento que deveria ser feito pra ser vivido até o fim.
Lindo poema querido.
Bjos meus em teu doce coração.
te adoro

Hope disse...

Uau!
Lindo é pouco! Triste também! Ao mesmo tempo que ninguém deve ser assim... algumas pessoas são e sabem ser... e outras também estão tão perdidas que pisam e pensam acariciar... por isso é tão difícil vive! Dentro ou fora desse mundo quadrado!
Beijinhus acariciantes
Hope

Elaine Barnes disse...

Fico aqui pensando nas projeções. Me disseram que os homens que me relacionei eram o meu lado masculino projetados fora de mim.Que através dessas oportunidades eu tinha que me trabalhar para melhorar esse lado. Assim iria atrair pessoas melhores conforme fosse me aceitando e mudando. Se isso fosse verdade, diriam que essa mulher do poema é seu lado feminino projetado nela. Que também aje assim,faz as mulheres virarem escravas do seu louco coração.E já dizia Osvaldo Montenegro:" E que a loucura seja perdoada"... Meu amigo,meu lado masculino então, tá cafajeste pra caramba! rs...Adorei seu poema poeta! Montão de bjs e abraços

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik