quinta-feira, 5 de maio de 2011

À Deriva


Toda ilha tem seu mar
                 Sou vítima por só amar
       Toda solidão se tem sozinho
Eu convivo com a falta de seu carinho

                     Toda dor é pungente
Da sua eu me sinto carente
                 Toda paz nos acalma
Já a minha roubou minha alma

            Toda saudade é do passado
      A minha me deixa  isolado
Todas as poesias são bonitas
               Só as minhas são aflitas...

Saulo Prado

3 comentários:

Mar... disse...

Meu querido navegar por aqui é flutuar em sensações de puro êxtase...
Saudades enormes de ti...
Bjs carinhosos...

Natalia Campos disse...

Não tem como ler suas escritas e não viajar em pensamentos. Escreve com veracidade e leveza ao mesmo tempo. Beijos. Au revoir (:

Ulisses Reis ® disse...

Parabéns, e te desejo um bom fds, abraços!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik