sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Esperança vazia


 Em  minha  voz  se  escuta  o  silêncio
De um homem que esta mudo por dentro
Em  meu  olhar  se  enxerga  o  vazio
De um homem que tem o coração vadio

Em minhas mãos se lê velhas linhas
Do destino de uma mulher que foi minha
Em meu coração não se escuta barulho
De um pulsar que não tem mais orgulho

Em minha tristeza se encontra a felicidade
De uma mulher que me mata de saudade
Em minha esperança se encontra a mentira
De que um dia ela ira voltar para minha vida...

Saulo Prado

Um comentário:

Sandra Botelho disse...

Porque sempre despejamos amor no coração de quem não nos ama?
Só nos resta trancar o nosso coração e parar de sonhar, de esperar pelo impossivel
O amor não pode sobreviver sem ser alimentado, como uma chama não sobrevive sem combustivel...
E nesta espera, morremos um pouco a cada dia, a alma vai ficando vazia, o coração embotado , o sorriso palido e tudo perde a graça.
É recolher todas as forças e continuar.
Talvez permitir que um novo amor entre em nosso coração, e aos poucos vá trazendo a paz e o sorriso de volta.

Lindo poema poeta.
Bjos achocolatados

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik