terça-feira, 27 de julho de 2010

Ninho de Cobras


A guerra santa é a guerra que mata a esperança
Rouba os brinquedos e arma as nossas crianças
Em nome do que devia ser chamado de religião
O poder esta bem a cima do dever de dividir o pão

Eles roubam a imagem de quem pregou o amor
E em nome do orgulho saem por ai semeando a dor
Homens e mulheres que não sabem o que é coração
Lideres de um mundo onde reina absoluta a corrupção

E a cada bomba que mata um de nós seres humanos
Deus mais uma vez é deixado em segundo plano
Em nome do poder são exterminadas muitas vidas
E a humanidade continua sendo um ninho de homicidas...

Saulo Prado


8 comentários:

AC disse...

O mundo está em ebulição, mas pela negativa.
Ainda bem que as vozes se levantam contra este estado de coisas!
Ainda bem que o poeta se manifesta!

Abraço

VALVESTA disse...

Nossa que imagem assustadora, não consigo olhar, como pode uma guerra existir, e verem isso com banalidade, meu repudio aos governantes insensíveis.

Sandra Botelho disse...

desde os primórdios até nossos dias grandes batalhas foram travadas, inumeras vidas foram ceifadas, e os governantes, os senhores da guerra, dizem que alguns tem que morrer para um bem maior.
E eu me pergunto: O bem de quem?
As guerras são maneiras estupidas de se resolverem problemas, os animais se engalfinham, em uma luta justa.
O homem mata milhares inocentes para conseguir o que quer. E o que o homem geralmente quer é dinheiro ou poder.
São esses os males da humanidade .
Por dinheiro e poder, matam-se inocentes sem culpa, sem piedade.
Apaga-se a chama da vida e de milhares de vidas com um sopro. Uma explosão covarde e demente.
Até onde vamos e para onde vamos, não sei responder.
Só sei que o que chamam de animal racional, age sempre de forma irracional.
Assim o homem segue, matando seu semelhante e disseminando o ódio.
triste mundo, triste humanidade.
Bjos achocolatados

Salete Cattae disse...

Imagem forte...

VALVESTA disse...

Olá, vim convida-lo a passar no meu espaço e ler:
A cura da lepra, os sete mergulhos de Naamã, a salvação veio por se humilhar; Deus ainda é o mesmo de ontem, é hoje e será amanhã.
postado por VALVESTA em Hanukká - http://hanukkalado.blogspot.com/ visite e deixe seu comentário, o Pai tem sempre um abraço pra você. beijos no teu coração com carinho, Valquíria calado.

Coisasdemenina disse...

Ai guerra é uma coisa coisa muiito mais muito chata, o texto é bastante interessante.
Beijos

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Meu Poeta!

Por todas as épocas os homens matam e usurpam em nome de Deus...nos próprios templos a Ele destinados a exploração e falsidade permeiam entre poucos,muito poucos lideres sinceros!

Uma lástima e uma covardia!

Gostei muito deste seu outro lado poético!

Um beijo carinhoso!

Sonia Regina.

Mariana disse...

é triste saber que o mundo evoluiu, cada vez temos mais acesso a modernidade, tecnologia, mas o coração do homem, continua matando os seus semelhantes pelo puro prazer da ganância e de sentimentos tão tristes.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik