quarta-feira, 19 de maio de 2010

Dilacerado


Minha alma esta dormente
Só o silêncio fala em minha mente
Nada sai do meu coração
Além do eco mudo da solidão

Vivo dias terríveis
Onde nem os versos me trazem matizes
Sou só angustia e dor
Sintomas notórios da falta de amor

E é esta falta que me faz dizer
Que você é o motivo do meu sofrer
Força que um dia me abandonou
Levando embora o que de mim sobrou....

Saulo Prado

8 comentários:

Mila disse...

Versos fortes e (in)tensos, porém belos...
bjs meu
Mila

Glória disse...

Espero que seja um delírio,amigo, porque o amor ainda existe.

Tenha um ótimo dia!
Glória

Felina Mulher disse...

Melancólico....acho que tbm me sinto assim,

Beijão.

Jou Jou Balangandã disse...

Queria ter a sua inspiração e criatividade.
Está de parabéns!!

Lídia Borges disse...

O que não tem remédio remediado está. Costumo dizer: A tristeza é abstracta, o sorriso é concreto.

Deixo um sorriso e um abraço

L.B.

Mar... disse...

Toda tristeza de hj será a responsável de sua força amanhã...pois são nessas horas que aprendemos a ser forte...
Nada como sorrir, mesmo que por dentro vc esteja em prantos...sorria e mostre ao mundo que vc está vivo...
Linda noite querido...
Gostaria que vc fosse visitar meu outro blog:
http://felicidadeamelhorterapia.blogspot.com/
Espero que vc também me siga por lá...
Bjs carinhosos querido...

Florentino disse...

muita coragem

Sonhadora disse...

Muito belo este poema.

Minha alma esta dormente
Só o silêncio fala em minha mente
Nada sai do meu coração
Além do eco mudo da solidão


É como eu me sinto.

Beijinhos
Sonhadora

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik