sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Você pra mim é pra sempre...



Assim desperto pelo barulho da chuva
Desviei do medo mudando de conduta
Às vezes é necessário reconhecer o erro
E meu excesso de zelo é meu maior defeito

Abraçados em quanto à chuva molha o chão
Eu e você juntos em nossa estranha conexão
Percebo  que  o amor  voltou em seus braços
E com a paz e a  felicidade  eu relatei os laços

Sei  que  a  insegurança  é  hoje o que me destrói
Mas uma grande decepção o meu peito ainda corroí
E mesmo que tenha que conviver com o medo de te perder
Eu  decidi  que  em  seus  braços  um  dia  eu  quero  morrer...
 

4 comentários:

Lídia Borges disse...


O medo inibe a alegria de viver.

Viver é agora. O passado já foi, o futuro,desconfio que nunca ninguém o viu.


Um beijo

Mari disse...

Que belo o que escreveu, profundo e terno ao mesmo tempo.
adorei

Patrícia disse...

saudades das suas palavras... sempre repletas de sentimento... doce beijo!

Sandra Botelho disse...

Achei! Bjos poeta! Lindo poema!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik