segunda-feira, 22 de abril de 2013

“O Vilão”



Calado eu grito com meus versos
Sentimentos deste meu mundo complexo
Sou um amontoado de erros
Os fins que não justificaram os meios

E assim eu brinco de fábula feliz
Maquiando a minha sórdida cicatriz
Mas nem tudo em mim esta perdido
Existe amor neste coração bandido

Sou o réu que suplica o teu perdão
O sentenciado que se arrependeu de coração
Eu sou aquele homem que te envenenou com a ilusão
E que hoje cumpre a pena; acorrentado com a solidão...

Um comentário:

Wanderley Elian Lima disse...

Trágico, mas um apelo a ser atendido. Tomara.
Abraço

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik