terça-feira, 29 de março de 2011

Não quero o seu remorso


Não tem sentido esta tristeza
Você se foi e junto a sua beleza
Não  precisa   chorar   por   mim
Lembre-se nós dois optamos pelo fim

Eu  estou  tentando  seguir  em  frente
Suportando esta dor de homem carente
Toda  noite  por  você  eu  ainda  choro
Mas este amor nem para Deus eu imploro

Não  pense  que  é  apenas  orgulho
Mas é que por pena o amor não é seguro
Eu sei que infelizmente você não me ama
E eu não te quero só para levar para cama

Por  isso  eu  te  peço  siga  seu  caminho
E  não  se  prenda  a  valores  mesquinhos
Vá  em frente em  busca da  sua  felicidade
E me deixe aqui  só com  esta doce saudade...

Saulo Prado

sábado, 26 de março de 2011

Que seja eterno enquanto dure...


Não eu não quero mais dizer
Que vou te esquecer
Eu cansei de mentir para mim mesmo
E desisti desta minha luta a esmo

Se o meu destino é sofrer por você
Que seja eterno este meu querer
Eu até já me acostumei com a dor
E não vou mais buscar outro amor

Agora estou desistindo da ilusão
De acreditar que posso te tirar do coração
Por isso eu estou me aceitando sozinho
Na distância dolorosa dos seus carinhos...

Saulo Prado

quarta-feira, 23 de março de 2011

Decidido


Hoje eu não tenho mais nada para te dizer
Vá embora e tente me esquecer
Eu não quero mais sofrer decepções
Por isso não me venha com estas suas razões

Você acreditou ser minha dona
Mas ninguém tem posse do que abandona
O amor também precisa ser regado
E eu agüentei por muito tempo calado

Agora não adianta mais suplicar
Simplesmente acabou o que tinha que acabar
Desejo a você toda felicidade
E te garanto que não irei sentir saudade...

Saulo Prado

domingo, 20 de março de 2011

Como sou



Eu sou assim, um homem confuso e cheio de medo
Às vezes Covarde, carente, e refém de seus desejos
Eu sou assim, uma  gota  querendo  ser  o  oceano
Um   homem   que  sonha;   em  ouvir  eu  te  amo

Eu  sou  assim, um menino que quer flutua na lua
Um boêmio apaixonado que á noite, sua casa é a rua
Eu  sou  assim,  um  louco  que  segue  o  coração
Alguém  que  até  hoje   ouviu  a  palavra  não

Eu  sou  assim,  o  patinho mais  feio  da  lagoa
O pescador, que sabe menos que o rio e a canoa
Eu sou assim, um homem simples aqui do interior
Que tudo o que mais quer é se envenenar no amor...

Saulo Prado

quarta-feira, 16 de março de 2011

Algumas palavras


Alguma palavra deve me servi nesta hora
Hora em que todo este nada me apavora
Alguma palavra tem que me dar carinho
Nesta hora que eu me sinto tão sozinho

Alguma palavra deve ter a explicação
Para esta dor que eu sinto em meu coração
Alguma  palavra   deve   ser   verdadeira
Provando que esta tristeza é só besteira

Alguma palavra deve me ensinar o caminho
Para  que  eu  possa  chegar  em  seus  carinhos
Alguma  palavra  deve  ser  o  sinônimo  do  seu  nome
Para que assim eu entenda, por que este amor me consome...

Saulo Prado

terça-feira, 15 de março de 2011

Meus sentidos


Quantos foram os versos?
Deste meu mundo complexo
Palavras sem nenhuma razão
Gritos mudo do meu coração

Quantas foram as poesias?
Desta minha vida vazia
Rimas sem  sentidos
Que às vezes foram abrigos

Quantas serão as vidas?
Deste poeta sem partida
Que vive na espera da chegada
...de uma mulher para ser sua amada...

Saulo Prado

domingo, 13 de março de 2011

Imperfeições


Em busca da perfeição
Escrevo com meu coração
Exatamente com este coração imperfeito
Aqui eu escrevo todos os meus defeitos

Louco pela verdade
E às vezes munido de vaidade
Escrevo coisas sobre a vida
Desde a chegada até a despedida

E é assim que eu vou brincado de poeta
Fazendo das palavras tudo que me completa
Porque é na arte de escrever
Que eu descobri que tenho muito que aprender...

Saulo Prado

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik