domingo, 22 de maio de 2011

Tentativas em vão


A cada nova tentativa
Você leva um pedaço de minha vida
É triste sair querendo ficar
É como se o sol tivesse que abandonar o mar

A cada novo recomeço
A solidão se apossa do meu peito
Mas uma vez sozinho na multidão
Nesta distância maldita do seu coração

A cada palavra que não foi dita
Cresce em mim o medo da reconquista
Como voltar já sabendo o final
Se nosso caso não passa de um amor de carnaval...

Saulo Prado


Entre menino e palhaço eu me descubro, mas nunca me acho...

3 comentários:

Dayse Sene disse...

Mesmo carregado de uma tristeza...o "menino e palhaço",( que acredito todos temos dentro de nós), escreve maravilhosamente bem.
Sabe lidar com as palavras, de uma forma sutil, não agressiva,e narra um amor de carnaval, quase que eterno, quando diz:"Você leva um pedaço de minha vida
É triste sair querendo ficar". Esse amor, não será a sua Colombina?
Amores que sentimos em momentos rápidos, às vezes até nos deixam mais saudades.
Lindo seu poema meu querido.
Uma ótimo final de tarde.
Um grande abraço.

Mayra Di Manno disse...

Ola meu caro,
Lindas palavras. Me emociono com elas porque era exatamente o que eu tinha a dizer hoje!
Um beijo,

selma disse...

A cada palavra que não foi dita
Cresce em mim o medo da reconquista
Como voltar já sabendo o final
Se nosso caso não passa de um amor de carnaval...
Acho que é um gde amor,uma segunda metade apesar de durar tão pouco este relacionamento...qdo diz palavras não ditas...por mêdo?de declarar o amor?
passei para visita e gostei ,já estou seguindo....
Um abraço amigo...

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik