quarta-feira, 31 de março de 2010

Perguntas


Quantos erros eu já cometi?
Quantas mentiras eu te menti?
Quanto dói o meu o coração?
Quanto agüento esta solidão?

São respostas que só cabem a você
A minha parte foi te perder
Fui vitima de minha displicência
Agora só me cabe agüentar as conseqüências

Eu sei que o tempo é o único remédio
Enquanto isso eu morro de tédio
Minha vida é nada sem você
E o meu castigo é ter que sofrer...

segunda-feira, 29 de março de 2010

Axiomático



Enigmático é o meu olhar
Ele te busca em qualquer lugar
Enigmática é a minha saudade
É que ela te trás em gotas de felicidade

Enigmático são meus sentimentos
Eles sentem seu cheiro perdido no vento
Enigmático é este meu desejo
Minha boca sente sede só de seus beijos

Enigmático é o meu amor
Ele se alimenta da dor
Enigmático é meu coração
Ele faz versos com a solidão

quinta-feira, 25 de março de 2010

Alma Ferida



Em minha sala com a solidão
A rotina não ocupa o meu coração
Penso nela e começo sofrer
Por um amor que eu não soube perder

Tanto tempo já se passou
Desde o dia que ela me abandonou
Mas a dor continua presente
E de minha vida eu continuo ausente

Nada mas me chama atenção
A não ser as feridas desta paixão
Sofro e choro por aquela mulher
Só de saber que ela não mais me quer

Tantas outras eu já namorei
Mas ela foi a única que eu amei
Não sei mais o que vou fazer
Como eu faço para ela esquecer

Já cansei de ser da saudade
Quero de volta a felicidade
Vou chora agora pela ultima vez
E arrancar de minha alma esta sordidez...



terça-feira, 23 de março de 2010

Desabafo


Senta aqui e vamos conversar
Já é tempo de agente se acerta
Estou cansado desta vida vazia
Não quero você só como companhia

Não sei onde foi que te perdi
Quero te dizer que ainda estou aqui
Em mim o amor ainda esta presente
Mas seus sentimentos continuam ausentes

Eu te quero de corpo e alma
Só seu beijo me acalma
Mas também não te quero sofrendo
Diga-me se sou eu o seu veneno

E se esta for a verdade
Entregarei-te de volta a felicidade
Eu irei sair pela aquela porta
Levando embora a dor da derrota

Mas se ainda eu tiver uma chance
Beije-me agora como antes
E me devolva de vez a minha vida
Provando que a solução não é a partida...

domingo, 21 de março de 2010

Sinônimo



Era para ser um sonho bom
Mas você saiu do tom
Desafinou no desejo
E a paixão se transformou em medo

Medo que me fez te perder
E o ciúme conseguiu me vencer
Agora sou só eu e minha dor
Curtindo a sede do seu sabor

Sabor que ainda esta em minha boca
Detalhe que deixa a minha vida louca
Regado pela overdose da saudade
Não sei mais, o sinônimo da felicidade...

terça-feira, 16 de março de 2010

Solitude



Meu caminho é sozinho
Longe sequer de um carinho
Sou filho da solidão
Um homem digno de compaixão

Meu pecado foi amar sem pudor
E com isso me queimei no amor
Fui vitima da insanidade
Eu fiz de você minha liberdade

Agora não tem o que fazer
Nem sequer consigo te esquecer
Sou o gosto amargo da dor
A desilusão que você regou

Mas mesmo assim eu não te culpo
Fui eu que me vesti de luto
Escolhi para mim esta direção
E agora minha sentença é a angustia da paixão...

segunda-feira, 15 de março de 2010

Conflitos íntimos



Às vezes me sinto em um labirinto
Perdido em meus sórdidos conflitos
Sou a sede louca que vem da paixão
E também a infidelidade da razão

Jogo sem medo, o jogo da sedução
E depois quem paga o pato; é o meu coração
Não tenho medo da verdade que agride
Mas só me entrego a quem se permite

Saciar o desejo, de um homem da madrugada
Que traz contigo doce mistério da alvorada,
Segredos que são contados ao pé do ouvido
Um grande presente e ao mesmo tempo um grande castigo...


sexta-feira, 12 de março de 2010

Sopro de Vida



Entre perdas e partidas
Entre conquistas e chegadas
Assim vamos desenhando
Novos horizontes nesta estrada

Entre o sorriso e a dor
Entre o choro e o amor
Remando contra esta corrente
Cantarolando no coro dos contentes

Entre a solidão e o coração
Entre a paixão e a ilusão
Assim conduzimos o cortejo
...destas vidas, ditadas pelos apegos...



A vida de uma vela, escrita por um talento chamado Elaine Barnes, do Blog Nas Asas Da Coruja me serviu de inspiração para estes versos. Visite este lindo Blog; você irão se deliciar com o talento e o carisma da doce e linda Elaine...

quarta-feira, 10 de março de 2010

Por menores...

Eu queria escrever,
algo que tocasse você
mas as palavras fogem de mim
e eu começo, sem pensar no fim
podia falar do amor que sinto!
Mas assim você vai saber, que eu minto.
eu que tanto tento, disfarçar este amor
trago em minha boca, o seu doce sabor
nunca esqueci, aquele beijo
que foi o inicio deste desejo
a sua boca tocando na minha
transformou aquela noite, em minha fantasia
quando você me disse; que foi apenas uma aventura
descobri que o amor, podia ser uma tortura
por isso, resolvi sofrer calado
e deixar o meu coração de lado
agora escrevo para você;
esperando que você consiga entender
que eu, tenho medo  de te perder
mesmo sabendo que nunca vou te ter!                                           
Mas mesmo assim, quando você ler
espero que estas palavras toque você
e suas lagrimas molhe o papel
sabendo que em uma noite; você me levou no céu....

Clique em meu nome e leia mais poesias

sábado, 6 de março de 2010

Só hoje


Hoje eu acordei pensando em você
E aquela saudade em meu peito, voltou a doer
Hoje descobri que ainda te amo
E que todas as outras, foi um doce engano

Hoje depois de tanto tempo
Sua ausência, ainda é o meu tormento
Hoje eu sei, que não posso mentir para o coração
Pois, trago dentro de mim, esta viva paixão

Hoje resolvi! Eu vou te ligar
E mais uma vez, seu amor, irei suplicar
Por que hoje eu sei; que sou nada sem você
E a morte para mim; e nada mais, do que não te ter...


terça-feira, 2 de março de 2010

Dor que dilacera a alma




















Eu amei você, te quis muito mais do que devia.
Mas você abusou da sua covardia.
Foi tudo ilusão! Nada mais que fantasia
Hoje só me sobrou! Uma amarga nostalgia

Quando a noite chega; à solidão me assombra.
No quarto suas malas, estão todas prontas.
Não mandei entregar! Porque quero você de volta
Por favor, volte pra mim. Bata de novo em minha porta

Orgulho não quero mais; minha honra joguei fora.
Sua falta me comanda, é tudo que me apavora.
Eu não sei se vou ser feliz! Tendo você de novo comigo
Mas sei que sem você. Minha vida é um castigo...

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik