segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Sobras


Trituro todos meus sentimentos em palavras
E faço dos versos minha louca morada
Meu refugio quase sempre constante
Da solidão, minha única amante

Aqui crio novos amores
E também grandes dissabores
O amor não é uma fabula fiel
E sim o caminho mais próximo
entre o inferno e o céu

Neste meu mundo de versos
Consigo viver com os restos
Resquícios de antigas paixões
Que hoje moldam meu mundo de ilusões


Saulo Prado

26 comentários:

Anita "Menina-Flor" disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anita "Menina-Flor" disse...

É isso aí Saulo,

Mas sempre há uma luz lá no fim do túnel, nem todos os amores são iguais, no meio deles há um verdadeiro.

Abraços.

Tempestade disse...

O que seria de nós se não fossem os poemas. Lindo Blog... abraços!

Elaine Barnes disse...

Puxa,inspiradíssimo em! Caramba!Que coisa linda!!!Mas, depois...E sempre há um "depois", quando tudo for novo e o amor verdadeiro chegar, o passado irá se apagar e os restos desaparecerão com ele.
Bjs amigo

Ana Carla Martins disse...

Muito lindo Saulo e Parabéns pela sua sensibilidade e tato com a escrita. Seguirei seu blog!

Bjos coloridos com gosto de muito amor e liberdade!

Luciene Medeiros disse...

Olá Saulo!
Seus textos são lindos!
Vim retribuir e agradecer a visita no meu blog.
Tenho outro tbm: http://lucienedemedeiros.blogspot.com/ o nome é "Meu Cantinho"
Não sou eu quem escrevo, mas geralmente copio os textos no qual me indentifico.
Bjks!!!

Carol Mioni disse...

A solidão não é tão ma companhia assim. Ela te permite apreciar melhor as outras cias quando você as encontra. Eu saboreio a minha solidão...

Fabricante de Sonhos disse...

Meu poeta!"
Mais um texto lindo para nos acariciar a alma e o coração...

Enquanto vc tortura sentimentos, a gente pede por mais e mais amores inventados como estes teus...

É um presente para quem te lê!

E viva os versos, que nos levam aos caminhos dos sonhos, onde o SER tudo, é sempre possível!

Tenha uma linda semana, amigo!

Beijo meu!

Olhos e pensamentos disse...

sinto que há sofrimento nesse seu peito, tem tanto sentimento suas palavraas

Olhos e pensamentos disse...

sinto que há sofrimento nesse seu peito, tem tanto sentimento suas palavraas

Luisa Izumi disse...

Olá!
Vim retribuir a visita ao meu blog e não me decepcionei...belíssimos poemas! Está de parabéns!

Elzenir disse...

Olá, Saulo, adorei a poesia. Lembra o Apanhador de desperdícios de Manoel de Barros. Conhece?Bjs

Alessa disse...

Oi! Amei teu blog!
...Mistura de sentimentos, sempre a nos conduzir.
Bj!

Alessa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Andresa disse...

Essa nossa vida de amor e desilução, de felicidade e ilusão.

Lindo e maravilhoso poema
bjs
Andresa

Jou Jou Balangandã disse...

Lindo poema, mas viver de resquicios?
No, thanksss!!!

Beijosss

Luciene Medeiros disse...

Olá Saulo!
Vc aceita ganhar um selo?
Se sim... então passa lá no "Meu Cantinho" (http://lucienedemedeiros.blogspot.com) e pega pra vc.
Bjks!!!

Lethéia disse...

"Trituro todos meus sentimentos em palavras
E faço dos versos minha louca morada
Meu refugio quase sempre constante
Da solidão, minha única amante"
Eu fiquei fã desse trecho..beijos

Sonhαdorα disse...

...Consigo viver com os restos...verdade...vivendo de lembranças...amores passados que nunca deixaram de ocupar meu coração...

Pergunte que a XANA Responde. disse...

Parabéns pelo seu espaço.
Espero que o nome "Xana" não tenha impressionado. O intuito é chocar e trabalhar o pré-julgo. Ou seja, o pre-julgamento que as pessoas tem com relação à primeira impressão. Pois só o fato de ler XANA nem se dão o trabalho de ler o conteúdo. Muito Obrigad@ por estar me seguindo. E qualquer dúvida só mandar a questão. Super bjo. XANA.

Aline Andrade disse...

Amei

Lua disse...

Lindo, amei!

Beijo!

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Meu Poeta!

Viver na poesia é criar um mundo só nosso, do jeito que desejamos!!!

Um beijo carinhoso!

Sonia Regina.

Sandra Botelho disse...

Não faça de seu mundo solidão, olhe ao redor, existem n pessoas querendo te acompanhar nesta estrada,tão curta que é a vida, abra-se, deixe a vida entrar pela janela, ame de novo e de novo. Lindo poema. Bjos no coração!

EDUARDO POISL disse...

Vim pedir desculpa pela minha ausência no teu blogger mais como havia um feriado e trabalho com turismo ficou difícil, mais agora com um pouco menos de trabalho volto a normalidade.

"O que diferencia uma pessoa de outra é o seu imaginário, a interpretação que dá aos fatos da vida." (Tisuka Yamasaki)
Abraços com muito carinho.

Angélica Lins disse...

Aqui há mesmo muito sentimento!!!
Gostei muito desse seu lugar.
Abraços...

PS:.Espero que retorne ao Vórtice.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik