terça-feira, 27 de outubro de 2009

Doce aventura



Com o jeans rasgado
Quero viver ao seu lado
Mochila nas costa
E uma passagem para Europa


Quero ser errante
Em nossa vida de amante
Viver sem apego
Uma vida sem sossego


E quando cansarmos
De sermos diferentes
Outra vez seguiremos
em frente ...


Saulo Prado

19 comentários:

Amelia disse...

lindo esse poema, parabéns parece poema de adolescente, boa noite pra vc.

Lídia Borges disse...

A necessidade natural de errância do homem aqui bem expressa...

"Quando cansarmos de ser diferentes?"
Seremos iguais, escravos do tempo...



L.B.

Luciano Braz disse...

Com o jeans rasgado

Quero viver ao seu lado





Showwww amigão

Abraços

Luciano Braz disse...

Com o jeans rasgado

Quero viver ao seu lado





Showwww amigão

Abraços

Juliana Lima disse...

Paixão adolescente, errante...uma das melhores paixões que existem!

um dia quero escrever como você! perfeito como sempre.
beijos

Joie disse...

Liiiiiiiiindo demais!
Parabéns pela escolha do post e da foto!

Beijos Joie

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Meu Poeta!

Poema de poucas palavras e tanto significado:um viagem completa e perfeita!!

Um beijo!

Sonia Regina.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Meu Poeta!

Poema de poucas palavras e tanto significado:um viagem completa e perfeita!!

Um beijo!

Sonia Regina.

Elaine Barnes disse...

É a vontade de qse todos, sair sem rumo, liberdade com a casa nas costas...Viver o que a ventura oferece,Muito bom, poucas palavras numa longa viagem.Adorei doce poeta. bjão

Anita "Menina-Flor" disse...

Essa viagem, sem rumo, sem prumo é tudo de bom.

Bjs

angela disse...

Ser jovem...é bem bom.
beijos

Diva Lali disse...

Paixão adolescente, tive inúmeras e com o mesmo sentimento.

Parabéns! Vc me fez suspirar de saudades por uma fase que passou, mas que permance viva em minhas lembranças...Simplesmente lindo, lindo e lindo!

Bjs

PS: Nobre poeta, assim q fizer uma pausa entre um verso e outro, dá uma passadinha no Salto 15, tem um selo a tua espera.

Bjs 2

Sandra Botelho disse...

Ah! Que bom seria se a vida nos proporcionasse a doce ventura de revivermos todos os dias aquelas irresponsabilidades deliciosas da adolescencia. Mas mesmo adultos lá dentro de nosso peito em algum lugarzinho, ainda somos adolescentes, e se quisermos, podemos ir lá e reviver coisas tão intensas e gostosas como esta descrita no teu poema. Viva sua aventura de amar. Para que nunca olhe prá trás e diga. Ah se eu tivesse ido, se eu tivesse vivido...
Boa viagem poeta, pegue a mochila coloque lá sua paixão e coração e vá viver a sua doce aventura de amar. Lindo poema.Bjos no coração!

Caleidoscópicas disse...

Quero ser errante

Em nossa vida de amante

"Viver sem apego"

Uma vida sem sossego



Gostei muito dessa parte, ela me levou a pensar no fato de que o 'apego' ,seja a coisas materiais ou a familia e amigos, acaba por limitar a liberdade das pessoas. Não que seja ruim construir um patrimônio ou ter raízes,absolutamente, mas sem o apego, penso que seriamos menos hesitantes na realização de alguns sonhos e ideais. Mas por outro lado seriamos mais tristes tb, né? Todo mundo tem que se apegar a algo pra poder viver...

Lindo poema! Me fez viajar na maionese aqui! Rsss ^^

Richard Hermeticum disse...

Poema bastante inspirador.

Richard

Carol Mioni disse...

vc me dexou com água na boca!

Liebe Lima disse...

Oi Saulo, não nos conhecemos,porém descobri que você é da mesma cidade onde nasci. Jataí...
Existem poucos rastro meus por lá...faz muito tempo que fui-me embora.

Eu tenho um blog de poesias também. Passe por lá.

Tudo de bom, Liebe

matheus gonzales disse...

ola, nossa gostei muito desta poesia tua
tambem gostaria de uma vida
dessa...
parabens

matheus gonzales disse...

ola, nossa gostei muito desta poesia tua
tambem gostaria de uma vida
dessa...
parabens

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik