quarta-feira, 20 de julho de 2011

Omisso


Nada se faz tão quieto assim
Sobram pedaços inteiro de mim
Devaneios de um promíscuo coração
Que usa como arma a sua doce solidão

Flertes, rosas e vinhos
Disfarces usados por um ser mesquinho
Sedução em altas doses de libidos
Amores que há muito tempo foram esquecidos

Palavras escritas por linhas tortas
Mas que dizem tudo que a ela importa
O amor dividido em um só coração
É assim que ela namora a sua ilusão...

Saulo Prado

6 comentários:

Sandra Botelho disse...

quisera eu ter tanta inspiração...A minha fugiu e não quer mais voltar.Bjos achocolatados

Maria Amelia disse...

muito lindo, estou vivendo esse momento solidão, as vezes é bom viver assim

natyscastro disse...

bem legal a poesia.. encontro-me assim.. namorando a ilusão.. adorei tb a nova cara do blog.. parabens

Evanir disse...

A esperança e a alegria de viver esta
nos atos de amor que praticamos.
Quero viajar todos os dias semeando
a paz no coração dos amigos (as)ser
apreciada por minha presença.
Quero jogar flores por onde
eu passar.
E em silêncio deixar a palavra
mais bonita.
(Creia em Deus porque viver é fantástico.)
Um beijo na alma e no coração com carinho,,Evanir,
Te Seguindo..

Aline Ono disse...

Olá Saulo fiz uma visita ao seu blog e adoreiiii, vc fala de sentimentos e isso muito me agrada!!! Ah e obrigada por seguir o me blog,seja bem vindo!!!

kirah disse...

será que é feliz?

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik