terça-feira, 28 de setembro de 2010

Grito Mudo


Está tão vazio aqui dentro
Não se encontra nem o eco do sentimento
Sentimento que um dia me fez pulsar
Ousando em meus sonhos eu acreditar

Aquele menino que queria abraçar o mundo
Perdeu-se em um silêncio profundo
E nada mais lhe resta do que a solidão
Solidão de quem ousou acreditar no coração

Agora; só pela fé que eu suplico
Quero voltar a acreditar em meus conflitos
Em um tempo que minha ideologia era o amor
E não esta sangrenta angustia da dor....

Saulo Prado

9 comentários:

Sandra Botelho disse...

Meu querido poeta.
Como deixar de acreditar no amor?
Se é ele que nos move,
Que nos faz querer viver,
Se é o amor que nos faz ter esperanças...
O poeta nunca descre do amor, porque o poeta é amor.
E na intensidade das suas palavras, podemos sentir a inquietude de um homem que certamente nunca deixará de acreditar no amor.
Apesar dos percalços que este sentimento lhe causa.
Ès um querido e a vida ha de lhe trazer um amor imenso, profundo e merecido.
Porque tu mereces todo amor do mundo.
Bjos achocolatados de sua sempre amiga.

PERPLEXIDADE disse...

Saulo... Saulo... Saulooooooooooooo também estou vazia de um amor que me arrebate a alma... mas ainda mantenho a minha Terra arada e meus vasos prontos pra colheita vidoura... quiçá vindoura................

"espero pelo que seja capaz de arrebatar-me a alma

e banhar-me as entranhas


a quem eu possa dar minhas experiências escritas com sangue vivo que estão cravadas na pele feito tatuagem


que me seja marca eterna (e se some às muitas já existentes)


que me roube as noites solitárias


e se extenda como manto vivo sobre meu corpo


espero e anseio aquele que me venha coroar feito uma rosa incandecente e flamejante


espero e anseio


cada dia mais


cada noite


e cada tarde


porque é setembro


e a privamera vem raiando


e a terra das minhas entranhas está arada à espera da rega vindoura


e os cestos estão prontos desejando lindas flores"

um abraço apertado, MEU QUERIDO!!

escrito por Patrícia Pereira em perplexidade-perplexidade

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Meu Poeta!

Até na descrença seus versos são perfeitos em sentimentos e em inspiração!

Meu beijo e bom ânimo!

Sonia Regina.

@sterika disse...

Sr Poeta
Tive a surpresa da tua visita no meu blog, que alias não chega aos pés do teu!! Lindo texto ! E como afirma um teorico do desenvolvimento é no desequilíbrio que geramos o conhecimento!`Parabéns!!!

Gabi Spears disse...

ânimo poeta...Porque quem súplica fé...Encontra misericórdia de Deus!

Amelia disse...

na verdade o amor foi feito pra quem realmente merece,e sabe amar e quando se tem um amor tudo fica vivo dentro de nós, sem amor é como se não existisse nem céu e nem a terra, más quando se tem um, tudo fica vivo e bem com a natureza e até com os animais, como se estivéssemos no paraíso.

*Mundo Particular* disse...

olá meu querido , passei aqui pra dar um alhadinha e dizer que seus poemas como sempre muito encatadores. BjOO e bom final de semana!!

Insana disse...

Doi quando esta vazio.


bjs
Insana

Marcos Welinton disse...

Adorei...muito bom...

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik