terça-feira, 26 de julho de 2011

Contextos


Em um dia eu digo amor
No outro eu rimo a dor
E como se fosse uma engrenagem
Faço da poesia minha chantagem

Matemática de minha emoção
Os distúrbios do meu coração
Versos para os outros sentir
Todas as verdades mentir

Porque é no silêncio das palavras
Que minhas seduções são orquestradas
Em um soneto de fidelidade
Eu escondo a minha declarada intimidade...

Saulo Prado

4 comentários:

Denise disse...

O blog http://conhecerkardec.blogspot.com completa 1 ano de existência dia 30/7. Deixei para vc selinho comemorativo no blog. Faça uma visitinha. Muita paz!

Sandra Botelho disse...

Lindo poema...Parabens pela inspiração poeta.
Bjos achocolatados

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Meu Poeta!

..."no silêncio das palavras..."

Linda construção...como tudo que compõe!

Um beijo,saudades!

Sonia Regina

Cynthia disse...

bonitabonita blog

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik