sexta-feira, 4 de abril de 2014

Eurídice




O poeta se alimenta de tristeza
Para enfeitar a sua vida de beleza
Ele mendiga da dor o amor
Como se um fosse o espinho, o outro a flor

E em sua fabrica de felicidade
Um dos ingredientes é a saudade
Saudade de algo que ele não viveu

O poeta busca a busca de Orfeu

Mas seu caminho não é igual
Sem os versos, ele é um mero mortal
Que se envenena com a sua vida
Sabendo que a morte é a única prometida...

 



---------------------------------------------------------------

terça-feira, 1 de abril de 2014

Meu novo jardim



Foram tantos copos de bebidas
Na tentativa de apagar o gosto da despedida
Foram tantas noites acordado
Bebendo e chorando um coração apaixonado

Mas hoje esta tudo diferente
Percebo o quanto era pequeno o amor da gente
Eu encontrei um sentimento de verdade
E sepultei de vez aquela medíocre saudade

Você pode até pensar que estou mentindo
Mas hoje sou um homem; não mais um menino
Eu descobri que o amor para ser verdadeiro
Germina como uma flor regada pelo jardineiro...
 






LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik