sexta-feira, 26 de abril de 2013

Grão-vizir

Ao seu inteiro dispor
Destilo com a boca em seu corpo o seu sabor
Mergulho nas salivas de seus beijos
Seu corpo suplica o meu por inteiro

Desejo, libido e paixão
É o que compõe este nosso teatro de atração
O amor não existe entre nós
 

Somente o fogo do desejo desata os nossos nós

E assim vamos fazendo do sexo a nossa união
Após o prazer o orgasmo apaga a ilusão
E novamente a rotina volta a dominar
A vida de um casal que necessita da cama para se amar...



terça-feira, 23 de abril de 2013

“Coração livre”


Você procura respostas que não sei te dar
Me deseja mais tem medo de me amar
Eu não quero e não vou te prometer nada
Eu não sei o que tem depois da curva da estrada

Este é o meu jeito confuso de ser
E não adianta você querer tentar me entender
Eu sou como um precipício; você tem que se jogar
Acreditando que antes da queda você irar voar

Para mim não existe felicidade em prisão
Por isso eu deixarei  livre  o seu coração
E  se  você  um dia  me  aceitar como sou
Será porque meu coração bandido te conquistou...

segunda-feira, 22 de abril de 2013

“O Vilão”



Calado eu grito com meus versos
Sentimentos deste meu mundo complexo
Sou um amontoado de erros
Os fins que não justificaram os meios

E assim eu brinco de fábula feliz
Maquiando a minha sórdida cicatriz
Mas nem tudo em mim esta perdido
Existe amor neste coração bandido

Sou o réu que suplica o teu perdão
O sentenciado que se arrependeu de coração
Eu sou aquele homem que te envenenou com a ilusão
E que hoje cumpre a pena; acorrentado com a solidão...

quarta-feira, 17 de abril de 2013

"Coração insano"



Uma franqueza que destrói
Nesta verdade que corrói
Eu uso toda a minha pretensão
Para atingir o seu promiscuo coração

Mas sou eu a vitima desta maldade
Dançando tango com a minha insanidade
Eu que um dia me juguei sedutor
 

Hoje sei que de fato sou é um péssimo ator

Mas tudo bem eu assumo a minha culpa
Só que não vou mudar de conduta
Porque é no veneno do meu mel
Que eu te tiro do inferno para te levar ao céu...

 

quarta-feira, 10 de abril de 2013

“Tímido”


Eu não sei como conquistar alguém
Por isso da solidão sou refém
Eu não sei o que dizer naquela hora
Em que o amor no peito aflora

Eu não sei o que uma mulher quer ouvir
Os meus olhos não sabem mentir
Por isso eu fico sem jeito na frente delas
 

E me perco em meus excessos de cautelas

Eu juro; eu não sei o que dizer
Por isso acho mais fácil meus versos escrever
Na esperança de que uma mulher se apaixone
Por este homem que a vontade de amar consome...


 

"A primeira vista"

Sinto você sem você saber
Uma atração difícil de entender
Foi assim a primeira vista
E seus olhos me ensinou o poder da conquista

Agora eu vivo este amor platônico
De longe eu te amo e de perto eu me escondo
Não sei se devo revelar meus sentimentos
Por isso você só vive em meus pensamentos

Me sinto uma criança descobrindo o amor
Foi o seu charme que tudo em mim despertou
Quando eu te vejo em algum lugar
Do meu peito meu coração parece que vai pular...


 

sábado, 6 de abril de 2013

"Novamente feliz"


Em seu silêncio eu escuto o meu coração
Ele bate descompassado no ritmo da emoção
Eu sinto por ti um desejo especial
O amor quando nasce acaba com qualquer temporal

Faz muito tempo que eu não me sinto assim
Eu quero começar acreditando que nunca vai ter fim
E que seja eterno o tempo em que durar
Por que a felicidade verdadeira nunca há de se acabar

E enquanto houver sol eu irei amar você
Você é a mulher que fez minha vida reacender
E quando à lua aparecer ofuscando o sol lá no céu
Será porque estaremos vivendo a nossa eterna lua de mel...
 

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Você quer?


Você se foi assim
Sem dizer se era o começo ou o fim
E eu fiquei aqui pensado em você
Lembrando-se daqueles beijos impossíveis de esquecer

Mais tudo bem! Eu saberei te esperar
Esperarei ansioso pela hora de te amar
De mãos dadas quero andar contigo pelo parque
Assistir a sessão Coruja, e fazer contigo arte

E assim juntos iremos semear o amor
Um novo casal. Brotando como se fosse uma flor
Sim!!! Isto é um pedido de namoro
Escrevi estes versos imaginando estar olhando dentro dos seus olhos.....





quarta-feira, 3 de abril de 2013

Tempo ao tempo


Sigo destilando meus versos
Deste meu mundo complexo
Rimando o fogo da paixão
Com a frieza sórdida da solidão

E é assim que eu sigo minha vida
Comemorando as chegadas e chorando as partidas
Mais sigo este meu caminho feliz
Com a minha velha filosofia de aprendiz

Aprendendo com tudo o que deu errado
Eu vou reconstruindo o destino; e o seu traçado
E assim; estou em busca de uma companhia
Uma mulher para dividir as minhas loucas fantasias....

 

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik