terça-feira, 14 de agosto de 2012

Vida à deriva


Nas entrelinhas deste silêncio
Existe um grito de tormento
Um homem que chora por um amor
Colhe na saudade os espinhos da dor

E assim pela vida ele segue insano
Duelando com os seus próprios enganos
Submisso a uma esperança fugaz

Ele a espera com um buque no cais

Mas a vida o faz menino infeliz
Em busca do amor que ele mais quis
A mulher que é a sua primavera
Foi quem ditou esta sua eterna espera...

domingo, 12 de agosto de 2012

Refazendo-me


É tão grande esta vontade de mudança
É nela que mora toda a minha esperança
Corrigir todos os erros que me faz menor
E assim me tornar uma pessoa melhor
Mas não é fácil esta reconstrução
É uma luta constante contra os vícios do coração
Eu sou a pedra moldada pela água do mar
A escultura que só o tempo pode moldar

Mais mesmo assim eu sigo tentando
Pois aprender com os meus erros;
por enquanto é o meu único plano...


quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Seus passos




Meu desejo é maior que minha vontade
E por isso eu me afogo nesta irresponsabilidade
Estou preso a um amor de uma mulher
E tudo o que eu quero é o que ela quer

Sigo o caminho dela como se eu fosse às pegadas
E assim vai ficando abandonada, esta minha estrada
Sou totalmente submisso a saudade deste amor
E não consigo reconhecer na solidão, o tamanho da dor

Por isso eu insisto a me apegar em uma falsa esperança
E como uma bala seu sorrio me ilude como se eu fosse criança
Mais tudo bem por enquanto ainda quero viver assim
Sonhando com este amor que um dia me disse que era o fim...

Saulo Prado

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik