domingo, 26 de fevereiro de 2012

Rabiscos


Você não sabe o quanto ainda te quero
Que mesmo longe te espero
Com aquele sonho de nós dois
Você não sabe que seu sorriso é a minha cura
Que eu vivo sempre a tua procura
Pelas ruas, e nos sonhos que são só meus
Você não entende, o amor é algo que se rende
E eu me rendi somente a você
E é por isso; que quando escrevo choro o seu sorriso
Neste meu relato de saudade
Onde rabisco seus olhos minha felicidade...
 

Do outro lado


É tão fácil questionar a minha pequenez
Pode ficar ai gozando; ainda vai chegar a sua vez
É tão fácil criticar o meu medo de sofrer
Hoje você tem tudo, amanhã terá o querer


É tão fácil sorrir para quem esta chorando
Hoje você vive um sonho; ontem estava sonhando
É tão fácil acreditar que tudo pertence a você
O difícil é saber; que quem tem, será o próximo a perder


É tão fácil ser feliz sem olhar ao seu lado
Você devia dividir com quem está acordado
È tão fácil esquecer que um dia irá morrer
O complicado é saber; que se esqueceu de aprender...

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Pegadas


Novos passos no mesmo caminho
Só que agora sei; onde estão os espinhos
É uma dádiva o poder de recomeçar
Levantar a cabeça e recomeçar a andar


Somos todos filhos de uma só direção
O caminho é mais fácil, para quem usa o coração
Não tenha medo das pedras que irão encontrar
Como diz o poeta; um castelo elas irão formar


É tão simples quando queremos entender
A vida sempre renasce a cada novo amanhecer
Por  isso  não  deixe  de  tentar  outra  vez
É para  ser feliz  que  a  vida  um  dia  se  fez...


 Saulo Prado

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Você vai ser minha

Outro passo em sua direção
Vencendo a distância do seu coração
Você diz que sou um grande amigo
E eu contento-me em ser seu abrigo


Mais um dia nos olhamos
Olho no olho e as bocas se aproximando
Mas quando pensei que selaria esta paixão
Você se afastou me deixando beija a solidão


Tudo bem; o amor sabe esperar
E eu também sei; que você nasceu para me amar
Por isso, por enquanto, me contento com seu abraço
Mas vivo na expectativa do nosso próximo ato...


quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Sem inspiração



Um dia eu dei conta de rimar
Os sentimentos que aqui insiste em gritar
Um dia eu soube desenha a beleza
Agora tudo é ofuscado por minha tristeza


Eu que há muito tempo fui poeta
Agora escrevo palavras sem nenhuma festa
Em uma metódica descrição
Escrevo duras palavras do meu coração


Tento encontrar algum traço de poesia
Na esperança de me agarrar a fantasia
De que um dia você irá voltar para mim
E novamente nos entregaremos ao amor que teve fim...


domingo, 12 de fevereiro de 2012

Dialogo de um só


Estou brigando com o papel
Escrevo e apago o veneno de meu mel
Lembranças e esperanças dominam a minha mente
E assim estas palavras, vão seguindo enfrente

Complexidade de quem precisa se expressar
Um sentimento que nem eu mesmo consigo decifrar
Vou dialogando com este meu louco delírio
E as palavras passam ter sentido quando as digito

Não sei se algum dia alguém ira me entender
Só sei que neste momento eu preciso escrever
Sobre estes sentimentos que existe dentro de mim
E fazer destas palavras pequenos pedaços do meu jardim...


domingo, 5 de fevereiro de 2012

Perdoe-me


Novamente estou aqui
De cabeça baixa submisso a ti
Outra vez venho lhe pedi perdão
Eu descobri que sem você, sou menos que um cão


Novamente você vai-me ver chorar
Eu sei que muitas vezes era você no meu lugar
Mas para mim não importa o quanto fui errado
Eu não aceito que nosso amor viva no passado


Novamente eu vou fazer juras a você
Eu vejo em seus olhos que não consegue me esquecer
Por isso eu te prometo, que desta vez serei fiel
Eu descobri o inferno; e quero você meu céu...


sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Sou

Sou silêncio que não se cala
A Voz que não se fala
O coração de um louco menino
Que na vida só quer ser peregrino

Sou a letra de uma canção
A fé de uma só oração
A esperança de um jovem aprendiz
Um viciado em ser feliz

Sou esta e outras poesias
Retratos das minhas fantasias
Sou tudo aquilo que quero ser
Por que eu não tenho medo de aprender....


Por/Saulo Prado

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik