terça-feira, 14 de junho de 2011

Minhas letras estão mudas

Preciso de sentimentos
Para escrever meus momentos
Meus dias estão tão cheio de razão
Que não consigo mais ouvir o meu coração

Quero de volta a fantasia
E a angustia da falta de sua companhia
Estou tão cheio deste mar sereno
Que até para a solidão eu me rendo

Não nasci para viver assim
Sabendo o começo e também o fim
Prefiro a surpresa de uma paixão
Do que a rotina fatigante de uma relação...

Saulo Prado

6 comentários:

Artes e escritas disse...

Um poema de quem deseja uma motivação boa para se angustiar, nada quadrado. Um abraço, Yayá.

Brutinha disse...

Se você está sem sentimentos, busque se apaixonar e se deixe surpreender...

Abraços

www.diariodeumabrutinha.blogspot.com

Milton disse...

Olá!
Belo poema! Intimista, interessante!
Gostei muito do seu blog. Vou colocá-lo em minha lista de seguidos.
Prazer em conhece-lo.
Abraço forte!

OceanoAzul.Sonhos disse...

A razão é necessária, mas a emoção nos pega na mão e escreve palavras desenhadas em paixão e sentimentos, nos envolve e nos faz sonhar. Lindo poema.
abraço
oa.s

Paula Moraes disse...

Adorei seu blog, estou indicando para o selo Prêmio Sunshine Award, pode pegá-lo na minha página.
Um abraço.
Paula

Adelaide Araçai disse...

Lembrei-me de um período em que senti muita falta de mim, daquela que fora por um tempo, com a criatividade a flor da pele, e agindo na onda da impulsividade... Parece tão dificil ser uma pessoa racional...que dá vontadade de voltar a esse tempo onde a razão era menor.
Abraços

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik