terça-feira, 16 de março de 2010

Solitude



Meu caminho é sozinho
Longe sequer de um carinho
Sou filho da solidão
Um homem digno de compaixão

Meu pecado foi amar sem pudor
E com isso me queimei no amor
Fui vitima da insanidade
Eu fiz de você minha liberdade

Agora não tem o que fazer
Nem sequer consigo te esquecer
Sou o gosto amargo da dor
A desilusão que você regou

Mas mesmo assim eu não te culpo
Fui eu que me vesti de luto
Escolhi para mim esta direção
E agora minha sentença é a angustia da paixão...

16 comentários:

VASCODAGAMA disse...

AMEI


ANGUSTIA DE PAIXÃO
NÃO CABE NO SEU CORAÇÃO
DEIXE O LUTO PASSAR
E VIVA APENAS PRA AMAR.........

VOU VOLTAR
BEIJO

mdany disse...

olá....nossa muito lindo esse poema e muito profundo, apesar de triste ao mesmo tempo expressa um sentimento de amor,algo fora do que se costuma falar...gostei!
beijão!

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Meu Poeta!

Paixão com paixão se mata!!

Poemas como o seu jamais desaparecerão!!!

Um beijo,eterno enamorado do Amor!

Sonia Regina.

Danii disse...

Obrigada por se ter tornado meu seguidor :)

Cristiana Fonseca disse...

Olá Saulo,
seja bem vindo ao meu blog.
Encantada como o teu blog, adorei os teus poemas.Belíssimos.
Abraços,
Cris

Pedro disse...

Hey,

Perfeito desabafo de alguém que amou demais e se esqueceu das consequências...
=)

Eu, sem clone disse...

Estou aqui seguindo vc tambem e apreciando suas poesias. Amor, paixao, solidao... tudo rima. Mas, quando o amor eh unilateral, faz um mal terrivel.

Vampira Dea disse...

Lindo, adorei o espaço vou voltar sempre.

Fabricante de Sonhos disse...

A slidão das nossas escolhas inclui tb inclui a escolha a quem amar...
E dá pra ensinar isso ao coração ???

Lindo poema meu amigo!
A solidão ensina...

Beijos e flores!

Fabricante de Sonhos
www.twitter.com/millaborges

Mentirosa-Sama ♥ disse...

Muito loindos os seus poemas... Eu não sou muito disso, mas são muito bonitos.
Continue assim!

Clarisse disse...

aii, que poesias lindas que você escreve! =)

Acho que deveria ter passado por aqui há um tempo, mas, sabe, minha memória e nada é a mesma coisa. Brigada por seguir meu blog! =D

Beeijo!

Elaine Barnes disse...

Obrigada pelo poema que me deixou amigo.Realmente você é a própria inspiração. Esse poema tá lindo,parece que eu já conhecia,mas, enfim, a gente faz escolhas e o importante é que sejam a nosso favor. Se a escolha for sozinho, que seja por opção. Mont]ão de bjs e abraços

REGGINA MOON disse...

Saulo,

Quando nos entregamos a um amor, corremos o risco da Solidão...lindo poema!!

Vim também te convidar a retirar o "nosso" selinho no meu Blog Verso & Prosa, para comemorarmos juntos o "Dia dos Blogueiros".

Um beijo e ótimo final de semana!!

Reggina Moon

*Mi§§ §impatia* disse...

Tem selinho pra ti do dia do blogueiro em http://memesdamiss.blogspot.com/
Espero que goste, beijos.

LUmeNA disse...

Olá,

Tenho uma surpresa para ti no meu blog.
Passa por lá!

Abraços,
LUmeNA

Marcela Barreto disse...

O título me instigou uma lembrança, quase que inesquecivel.

Ao som justamente de La solitudine!

No minímo, inspirador...

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik