quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Evasivo


Eu tenho duvida de todos os meus erros
E também de todos meus acertos
Uma angustia morde meu coração
E me bate uma vontade de chorar

Às vezes pergunto a Deus:
Porque me perco tanto?
Acredito que não tenho direito de perguntar!
Todo novo dia, escolho um velho caminho
Acreditando nesta minha filosofia feliz

Os sonhos e as fantasias insistem em me rondar.
Tentando me despertar para a vida!
E eu vivo a me queimar, neste meu desejo insano
de me transformar em criança.
Em busca de um novo brinquedo para quebrar...

Saulo Prado

10 comentários:

EDUARDO POISL disse...

"... E de novo acredito que nada do que é
importante se perde verdadeiramente
Apenas nos iludimos, julgando ser donos das coisas,
dos instantes e dos outros.
Comigo caminham todos os mortos que amei,
todos os amigos que se afastaram,
todos os dias felizes que se apagaram.
Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre."

Miguel Sousa Tavares

Desejo uma linda semana.
Abraços com carinho.

Cleo disse...

Belo poema Saulo. e quem não tem dúvidas? dos erros e acertos?. mas a vida é prá gente sempre acreditar nos sonhos e fantasias e deixar nossa criança interior sempre esperta em busca de algo que a faça feliz.

Grande beijo.
Cleo

Maris Morgenstern disse...

acho q concordo com o edu,
as coisas importantes nao se perdem.
ou será q na verdade nós é que achamos q somos proprietarios de tudo e todos?
nao sei, estou bipolar hoje

Se7e/5 disse...

"Mãe de um feto violado, afirma sua inocência e prova que a agulha de tricô indiciada como arma do crime não correspondia ao número da embalagem. Abortilda Semedo, afirmou que vai processar a fábrica de agulhas pelo incidente que está provocando todos os problemas vividos actualmente com a justiça e opinião pública. Numa primeira justificação, ainda a quente, logo após o parto, a alegada violadora, confessou que tudo aconteceu quando estava tricotando uma camisolinha de seda para o seu pequenino rottweiler de 2 aninhos, já que ela costumava trabalhar nuinha e com as pernas bem abertas, só que nessa vez, incompreensivelmente, uma das agulhas escapou para dentro da vagina. “Eu achei muito estranho, mas não liguei e se não fosse um cliente a queixar-se que tinha sido mordido..."
O restinho? nã, nã... só no Se7e!

Felina Mulher disse...

Escreves maravilhosamente bem!!!


Adoreiiii!

Bjinhos.

Sandra Botelho disse...

A nossa vida é sempre uma duvida, entre erros e acertos...
Bjos meus

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Meu Poeta!

Como ter certeza se estamos certos ou errados?

Temos o direito de tentarmos tuuudo para sermos felizes!!!

Continue sonhando com seu coração de criança...

Um beijo!

Sonia Regina.

Carol Mioni disse...

o Que eu mais gosto daqui é que o autor, além de escrever muito bem, descreve sempre os momentos por quais eu passo, a forma como encaro a vida, sempre no tempo exato da minha precisão. Adorei! Beijos Saulo =]

Sandra Botelho disse...

Amigo tem brincadeirinha no meu blog para você, Mas sinta-se a vontade para não brincar caso não queira ok?
Bjos!

O Caminho até... disse...

lindas as coisas que voce escreve, gostei demais, demaaais!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik