terça-feira, 24 de março de 2009

Te desejo


Estou perdido no tempo
No meio do caos da paixão
Revistando-me por dentro
E digerindo dores que foi em vão

Aos gritos
Começo a revelar
Fatos perdidos
Em minha coragem
Para contar

Sou um deserto
Cercado pelo mar
Uma ilha a deriva
No desejo de te saciar...


Saulo Prado

domingo, 22 de março de 2009

Namorico com segundas intenções


Quero só um detalhe

para escrever,

um verso sem texto

todo rimado para você


Pode ser, uma

paquera gentil

um beijo infantil

ou sexo animal

mas que seja algo

de cunho fatal


Um namoro na praça

uma risada sem graça.

Pipoca com guaraná

alguma forma de se amar


E no final tudo vai se encaixar

no encontro das línguas

uma tomada para apagar...

Saulo Prado


sexta-feira, 20 de março de 2009

Dedo na ferida

Colocando o dedo na ferida,
mordendo a fruta proibida,
causando reação,
é assim, que comunga
o meu coração

Remando contra corrente,
cantando no coro dos contentes.
Com o meu teto de vidro.
não me atrevo a atira; pedras!
Deixo para os que não tem
pecado, jogar


Varrer a sujeira
para debaixo do tapete,
é algo que não me atrevo a fazer,
pois, a vida é um teatro
onde o ator, só tem que saber.
Viver sem se esconder...


Saulo Prado

terça-feira, 17 de março de 2009

Reflexo de sentimentos


Eu sou gota de orvalho

Pétala de jasmim

Um sorriso inebriante

Da garota de Berlim


Sou gritos e sussurros

Toques e pensamentos

O cuspe dado na cara

Da falta de sentimentos


Um pequeno gesto infantil

Uma pipa que acabou de subir

Detalhes que foram marcados

Em algum lugar dentro de mim...



Saulo Prado

domingo, 15 de março de 2009

Flerte

Quero sexo sem sabor

fogo que não queima

saliva que condena

um flerte sem esquema


Um olhar submisso

um beijo cafajeste

preso em um desejo

insano, de se tocar

em baixo dos panos


Um cigarro no final.

- Foi bom para você?

Uma frase idiota

que todo homem

quer dizer..


Saulo Prado

sábado, 14 de março de 2009

Compondo

Dedos no teclado

você no coração

rimas ao vento

surgem como

se fosse canção


Uma musica sem som

melodia de palavras

frases sem contexto

são a você dedicadas


Mas o que vale

é o sentimento

nelas impregnadas

um amor perdido

no tempo,

expressado

de forma declarada....



Saulo Prado

quarta-feira, 11 de março de 2009

Lição da carne

A carne seduz
mata e fere,
surja, nasce,
corrompe,
é coisa de pele

Por ser “inimiga”,
amiga do espírito
não vai para o céu,
e faz da vida, o seu fel

Ela foi feita para educar,
a humanidade, com seus
desejos dançar,
sem deixar a carne,
nos dominar...

Saulo Prado

segunda-feira, 9 de março de 2009

Espelho de letras

Um dia comecei a escrever

juntado as palavras

sem muito entender

notei que avia uma ligação

entre elas e meu coração


E foi ai que descobri

meu caminho

para perdição

alimentar as palavras

com pedaços de

meus sonhos pagãos


Ao pecado dei muito valor

pois, tudo que escrevo

retiro o pudor

sem medo de me revelar

conto os detalhes sórdidos

do meu jeito de amar...


Saulo Prado

domingo, 8 de março de 2009

Sem tempo para nascer

Escapou cada detalhe
um prego no pneu
um amor que se perdeu

no cotidiano fugaz

faltou o gás

Sete dias da semana
e só dois para namorar
domingo no parque
sábado saímos
para jantar


O filho ainda
não chegou

e nem vai chegar
em um casamento

que se acabou;

antes de se fecundar...


Saulo Prado

Sexo sem medo


Apague a luz

quero gritar

assim que

acabarmos de

gozar


Quero acorda

o mundo com um berro

e fazer do orgasmo

um dia sincero


O nosso ato de amor

vai deixar de ser imoral

sexo sem ser bacanal

é amor sem ser de carnaval....





Saulo Prado

sexta-feira, 6 de março de 2009

Entre dois tempos

Um jeito arcaico
de escrever e com
um forte sabor
futurista para ler

Assim pingo
meus versos
nas goteiras
do universo

E como a chuva
que não trouxe a
tempestade

Deixo um doce
sabor de saudade
em letras escritas
com as minhas verdades...

Saulo Prado

quinta-feira, 5 de março de 2009

Presente de grego


Uma crise em inglês

que foi traduzida para vocês

um sonho americano

que era elege

um presidente africano


O mundo girando

em uma só direção

traz velhos medos

como a inflação


E a crise se transforma

em uma grande bola

de sabão

que ninguém quer

ver estourar

em suas próprias mãos...


Saulo Prado

terça-feira, 3 de março de 2009

Vida escrita em braile


A tantos passos que poderiam
ser dado, caminhos que não peguei,
rotas que foram extraviadas,
por sonhos que não sonhei


A roda gigante da vida

não circula na mesma direção

ela faz zig zag, trilhando

os caminhos do coração


No passado escrevi o futuro

pena que foi em braile!

Agora não consigo ler

qual foi o motivo

que me fez perder você...



Saulo Prado

domingo, 1 de março de 2009

Fantasmas vivos

Não quero ficar só
tenho medo do escuro

do que não posso enxergar
ouço passos no soto
e uma corrente a se arrastar

Sei qual é o fantasma
que vem me amedrontar
ele não usa lençol
e nem faz buaaa

É o meu subconsciente
que não consegue se libertar
de uma sociedade
onde o irmão mata o outro
só para roubar...



Saulo Prado

Cinco dedos


Cinco dedos

eu tenho pra mim tocar

um corpo inteiro

só seu para deseja


Agora é tarde

minha adolescência

eu querer dominar

depois dos trinta

ja passou do tempo de parar


Desejo insano

difícil de controlar

o fogo que queima

só seu sexo para apagar...


Saulo Prado

Seu escracho


Você me deixa

no chão

com os documentos

na mão


Você faz de mim

seu escracho

e de você

meu relaxo


Pode ser

imoral

ou apenas

amor fatal


Um sexo

em vão

termina sempre

nas mãos...


Saulo Prado

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Me leve com você...

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

ME ENCONTRE TAMBÉM NO TWITTER! Basta um clik